Experimentem, degustem, divirtam-se!

Experimentem, degustem, divirtam-se!
Conheçam livros de ficção e fantasia com tempero nacional: Agridoce, Cítrico e Paganus.

domingo, 15 de julho de 2012

Nova resenha de Agridoce no skoob. =)

Olá!!
Agridoce recebeu mais uma resenha no skoob. =)
Dessa vez a opinião é da Elidia.
Deem uma espiada:
"Eu quero mais! 12/07/2012 Depois de ler tantos livros de vampiros, eu não imaginava que iria me surpreender com “Agridoce” e docemente me enganei! Simone O Marques inovou com uma história criativa, sensual e com personagens extremamente bem elaborados. Mais um livro nacional que tenho o prazer de apresentar a vocês pelo book tour do site Tribo do Livro.Venha conhecer os sabores de Agridoce…
“Anya é uma garota comum, estuda gastronomia e mora em Florianópolis. Certa noite, ao passear pela praia ela sente um aroma que a atrai terrivelmente, uma mistura de fragrâncias que mexe com todos os seus sentidos. Na noite seguinte ela se vê perseguida pelo mesmo aroma e descobre que ele vem do corpo de um belo banhista que sai do mar. Cedendo ao impulso, ela vai até ele. Surpreendendo-o, ela o lambe e encosta o nariz em sua pele. Atormentada pelo aroma, ela precisa experimentar… Anya então descobre o prazer de degustar o sangue doce, que a fazia pensar em frutas flambadas, temperadas com o sal da água… O sabor agridoce que a desperta para uma necessidade vital que fará parte de sua vida.”
Apavorada com a descoberta que possui uma “doença genética” em que precisa se alimentar de sangue, Anya acaba descobrindo segredos da morte de sua mãe, o segredo de seu querido tio Ivan, e conhecendo pessoas bem interessantes como seu novo tutor vampírico Rafael, e sua escrava Vivi.Para cada vampiro despertado, um escravo que tem o melhor sangue para alimentar este também acontece, e seu caçador que tem a função de eliminar o vampiro criado!
E como não poderia ser o escravo de Anya é Daniel (muitos suspiros) um garoto de programa que vê seu mundo mudar quando Anya é despertada, ele não a conhecia, só sabia que tinha que ser dela, as cenas entre eles são muito intensas, com uma pitada de sexualidade moderada, não tem como não se apegar a Daniel e torcer para que ele conquiste a vampira mais certinha que eu já li.
Anya é uma protagonista de muitos perfis, moderada na maioria das vezes, e quando sua sede é aguçada com o cheiro de chocolate de sangue de seu escravo, ela beira a insanidade com muitos conflitos internos, uma personagem forte, e rica que eu espero ver crescer no próximo livro da série (Simone te imploramos outro livro).
Se redescobrindo em essa nova condição, Anya ainda tem que tentar convencer que merece liberdade, já que é superprotegida pelo pai Edgar, seu tutor e seu tio, quando na cidade de Florianopólis uma grande mobilização de Caçadores e Vampiros está acontecendo, e ela ainda não sabe quem é o seu próprio Antagonista.
O livro é de fácil leitura, viciante, com uma bela diagramação e decoração em suas páginas. Todos os personagens foram bem desenvolvidos e cativam o leitor. Um livro mais que indicado a todos os leitores, eu adorei tudo nele.
“Daniel estava fascinado,excitado e ansioso. Quando Anya passou a língua pelo seu peito, o gemido saíra involuntariamente.Ele apertou as mãos na cintura delicada dela. Queria e precisava que o mordesse…era isso! Era indescritível o prazer que sentia com os dentes dela perfurando sua pele e atingindo a veia de seu pescoço…
Ao saborear o sangue de chocolate, todo o corpo de Anya pulsou e o coração acelerou tanto que parecia querer saltar de seu peito, deixando-a ofegante… Pág 121″
Sabe aquele livro que deixa um gostinho de saudade, e ansiedade porque ainda não temos certeza se a autora continuará a história, porque ele termina com um breve e poderoso segredo em questão, uma palavra para Agridoce – IMPERDÍVEL!

Nenhum comentário:

Postar um comentário