Experimentem, degustem, divirtam-se!

Experimentem, degustem, divirtam-se!
Conheçam livros de ficção e fantasia com tempero nacional: Agridoce, Cítrico e Paganus.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Resenha de Os Deuses do Mar

Olá queridos!!
O livro Os Deuses do Mar recebeu uma resenha bem interessante da Pat Kovacs.
A Pat ilustrou o livro, mas não o tinha lido, ela teve acesso apenas a algumas cenas e características dos personagens.
O que foi interessante foi quando ela disse ter se surpreendido com o livro, pois, como muitos leitores brasileiros, não punha muita fé se a trama funcionaria... (ela não tinha lido nada meu ainda, a não ser contos). Eu apreciei demais a sinceridade dela e fiquei muito feliz quando ela publicou a resenha, pois descobriu uma história que a surpreendeu positivamente.
Agradeço à Pat pela sua colaboração em vários sentidos, inclusive mostrando como os leitores brasileiros ainda precisam se deixar ser conquistados pelas obras nacionais... ;)
Abaixo, um pequeno trecho da resenha que pode ser conferida integralmente no blog:
http://alternativosindependentes.blogspot.com.br/2012/05/resenha-os-deuses-do-mar-de-simone.html
"Em “Os Deuses do Mar”, a aventura pelo mundo dos deuses em busca dos tesouros da Tribo de Dana apenas se inicia, mas já se mostra digna de figurar ao lado das grandes sagas da Literatura Fantástica. Não faltam elementos pops que figuram nos melhores best-sellers para o público juvenil, mas sem perder sua originalidade ou cair na mesmice. Não há anjos, vampiros ou lobisomens, mas há deuses e guerreiros maravilhosos (para a alegria das adolescentes com mais de 30, hehe!), Magia, fadas, gnomos e outras criaturas fantásticas da mitologia celta. E há, principalmente, verdadeira História e cultura, tudo isso com o tempero da brasilidade, em que guerreiros tribais empunham espadas mas também lutam capoeira, e os cenários transitam pelo eixo São Paulo – Goiás – Finvarra."
E então? Deu vontade de também descobrir?
Beijos!!

Um comentário:

  1. Quem dera se todos reagissem positivamente a essas sinceridades espontâneas, que saem sem a gente perceber haushaushaush acho que eu seria bem mais popular kkkkkk

    ResponderExcluir